ademir araujo

Maestro, compositor, arranjador, pesquisador, professor,
Mestre de Ofício “Ademir Araújo” – “Formiga”

Escolhido como Patrimônio Vivo de Pernambuco em 2013.

“Quero ser popular sem ser erudito”.
“Quero ser erudito sendo popular…”.

O que leva a CCB ONG indicar o Sr. ADEMIR SOUZA ARAÚJO, ou Maestro Ademir Araújo (O Formiga) é a admiração que exerce em muitos músicos, artistas e pesquisadores por sua perspicácia em defender nossa cultura.

Ao mesmo tempo o modo pelo qual essa personalidade que veio do âmago do povo, venceu preconceitos sociais, desenvolveu atitude política com conteúdo teórico para seu estilo, atitude e fundamentos para decisões artísticas. Polêmico, irrequieto, carismático, esse agitador cultural é também legitimo representante do Leão do Norte (ou guerreiro do ethos pernambucano).

Envolvido com cultura popular há 55 anos, foi se tornando reconhecido pelo rico repertório de composições, e arranjos, indo do popular ao clássico. Uma frase dele bem traduz sua intenção com a Música:

“Quero ser popular sem ser erudito. Quero ser erudito sendo popular…”.

A importância de referendar está original personalidade cultural pernambucana como patrimônio vivo de nossa estética singular deve-se ao estilo pelo qual conduz sua vida profissional e pessoal, intimamente interligada a Arte e Ciência da Música, bem como, a Cultura e ação sócio pedagógica.

O Maestro Ademir iniciou centenas de outros músicos. Defende que o ensino da Música também deva servir para a formação do cidadão e não apenas para formar novos músicos. Sendo assim reconhece que Educação Artística, e Musical, convirá para agregar valor humano a grade curricular do ensino médio e fundamental. Em seu ponto de vista isso fará diferença num futuro próximo, pois criaríamos seres humanos dotados de bom senso e aptos a vivenciar socialidade, minimizando os infortúnios desta nossa realidade violenta, e de aniquilamento, de boa parte da juventude (menos favorecida).

A CCB ONG vem por meio desta indicação evidenciar a importante concepção holística (de ensino como formação humana) sendo este aspecto o grande diferencial deste verdadeiro “Mestre de Ofício”.

Em seu modo original, e simples de ser, o Sr. Maestro Ademir Araújo revela uma fórmula simples que funciona desde os gregos, passando pelos índios e negros, ou seja, cultura como inserção social e valoração do ser humano pelo humano.

Esta visão universal está presente em sua obra musical o que possibilita, como compositor, traduzir sua concepção estética (interdisciplinar) e sua concepção etnográfica (extremamente diversificada) o que influencia outros músicos pernambucanos e nacionais a buscar, pesquisar, criar, evidenciar a brasilidade como ponto de partida e originalidade.

Sendo assim o acima descrito justifica a importância da indicação n o RPV-PE do nome do arranjador, compositor, pesquisador, professor, defensor da cultura e musica pernambucana o Sr. Maestro Ademir Araújo (o Formiga).

Arthur BigHead

CALDEIRA CULTURAL BRASILEIRA – C C B

http://www.cultura.pe.gov.br/pagina/patrimonio-cultural/imaterial/patrimonios-vivos/ademir-araujo/

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: